terça-feira, 26 de julho de 2011

O teste do Marshmallow

Vejam este vídeo... ele é muito engraaçado!

“E se trouxermos para nossa vida essa situação? Em sua palavra Deus deixou as leis e as “regras”. Davi nos deixou esse Salmo:
“Esperei com paciência no Senhor, e Ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.”  (Sl 40:1)

Deus diz que o tempo Dele não é o nosso, que se esperarmos com paciência receberemos o segundo marshmallow. As vezes pensamos que nossa vontade é a vontade de Deus, não oramos e não pedimos direção, queremos aquilo no nosso tempo, usamos a força do nosso braço e conquistamos o que NÓS queremos. O primeiro marshmallow está bem fácil na nossa frente, mas se esperarmos o segundo, além de porção dobrada, também sentiremos o gostinho da vitória, vitória com obediência, vitória com excelência, vitória merecida.

Vamos viver o que está escrito no livro de Marcos cap.14 vers. 36 :
“E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres.”

E você vai comer o primeiro, ou vai esperar o segundo marshmallow?……rs”


P.S.
Mensagem copiada do site: http://superandoobstaculos.com/2011/05/o-teste-do-marshmallow/
Achei muito interessante e quis compartilhar com vc's ^^


espero que gostem
Fiquem na paz!

domingo, 17 de julho de 2011

O círculo do amor – A história de Bryan


Ele quase não viu a senhora com o carro parado no acostamento, mas percebeu que ela precisava de ajuda. Assim, parou o seu carro e se aproximou.


O carro dela cheirava à tinta de tão novinho.

Mesmo com o sorriso que ele estampava na face, ela ficou preocupada. Ninguém tinha parado para ajudar durante a última hora.

Ele iria aprontar alguma coisa? Ele não parecia seguro; parecia pobre e faminto.

Ele pode ver que ela estava com muito medo e disse: “- Eu estou aqui para ajudar madame. Por que não espera no carro onde está quentinho? A propósito, meu nome é Bryan".

Bem, tudo o que ela tinha era um pneu furado, mas, para uma senhora, era ruim o bastante.

Bryan abaixou-se, colocou o macaco e levantou o carro. Logo ele já estava trocando o pneu. Mas, ficou um tanto sujo e ainda feriu uma das mãos.

Enquanto ele apertava as porcas da roda ela abriu a janela e começou a conversar com ele. Contou que era de St. Louis e só estava de passagem por ali. Disse que não sabia como agradecer pela preciosa ajuda.

Bryan apenas sorriu, enquanto se levantava.

Ela perguntou quanto devia (qualquer quantia teria sido muito pouco  para ela). Já tinha imaginado todas as terríveis coisas que poderiam ter acontecido se Bryan não tivesse parado.

Bryan não pensava em dinheiro. Aquilo não era um trabalho para ele. Gostava de ajudar quando alguém tinha necessidade. Este era seu modo de viver e nunca lhe ocorreu agir de outro modo. Ele respondeu:

“- Se realmente quiser me reembolsar, da próxima vez que encontrar  alguém que precise de ajuda, dê para aquela pessoa a ajuda de que ela precisa”. E acrescentou: “... e pense em mim”. Ele esperou até que ela saísse com o carro e também se foi.

Tinha sido um dia frio e deprimido, mas ele se sentia bem, indo para casa, desaparecendo no crepúsculo.

Algumas milhas abaixo a senhora encontrou um pequeno restaurante. Ela entrou para comer alguma coisa. Era um restaurante um tanto sujo. A cena inteira era estranha para ela.

A garçonete veio até ela e trouxe-lhe uma toalha limpa para que pudesse esfregar e secar o cabelo molhado e lhe dirigiu um doce sorriso. Um sorriso que, mesmo depois de um dia inteiro de trabalho com os pés doendo, não pode apagar.

A senhora notou que a garçonete estava com quase oito meses de gravidez, mas ela não deixou a tensão e as dores mudarem sua atitude.

A senhora ficou curiosa em saber como alguém que tinha tão pouco na vida podia tratar tão bem a um estranho. Então se lembrou de Bryan.

Depois que terminou a refeição, enquanto a garçonete buscava troco para a nota de cem dólares, a senhora se retirou. Já tinha partido, quando a garçonete voltou. A garçonete ainda queria saber onde a senhora poderia ter ido quando notou algo escrito no guardanapo, sob o qual tinha mais 4 notas de cem dólares.

Havia lágrimas em seus olhos quando leu o que a senhora havia escrito.

Dizia: “Alguém me ajudou uma vez e da mesma forma eu a estou ajudando. Se você realmente quiser me reembolsar, não deixe este círculo de amor terminar em você”.

Bem. Havia mesas para limpar, açucareiros para encher e pessoas para servir. Aquela noite, quando foi para casa e deitou-se na cama, ficou pensando no dinheiro e no que a senhora deixara escrito.

Como pode aquela senhora saber o quanto ela e o marido precisavam disto?

Com o bebê para o próximo mês, como estava difícil. Ela virou-se para o preocupado marido que dormia ao lado, deu-lhe um beijo macio e sussurrou:

“- Tudo ficará bem, meu amor. Eu te amo Bryan”.

e-mail enviado por uma amiga.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Cura de um paralítico

Paz do Senhor!!
Faço minha estreia aqui no blog postando sobre uma parte do livro “A Quarta Dimensão” vol. 2 do PR. David Paul Yonggi Cho, geente esse livro é o podeer!!! Minha vida foi transformada e me tornei fã número 1 do Espírito Santo e do PR. Cho... Acabo de ler essa parte do livro, e compartilho com vocês crendo que também serão profundamente tocados...

“Uma vez que o Espírito Santo nos der as instruções, poderemos profetizar sobre nossas situações caóticas com autoridade, e então veremos as coisas começarem a acontecer.
Certa vez, fui convidado para um banquete na igreja, e durante esse adorável jantar eu usei esse princípio. Um de nossos presbíteros tinha um filho com paralisia incurável que estava ficando progressivamente pior. Enquanto estava sentado à mesa, o Senhor falou comigo: “Levante-se e vá falar para o seu presbítero que esta noite seu filho será completamente curado!” Então comecei a temer em meu coração. Minha esposa se virou para mim e disse: “Você está com algum problema?”
Quando lhe contei, ela colocou sua mão sobre meu braço e disse: “Não ouse fazer isto! Você sabe que o menino já recebeu orações inúmeras vezes sem sucesso. E se não acontecer nada? Você ficará desprestigiado aos olhos da igreja.
Eu concordei com a sabedoria dela, mas levantei-me assim mesmo. (EU APRENDI QUE É MELHOR OBEDECER AO ESPÍRITO SANTO, MESMO SOB O RISCO DO FRACASSO, QUE NUNCA VER A GLÓRIA DE DEUS MANIFESTAR-SE).  Quando me aproximei do presbítero, eu sorri  e ele me perguntou:
“O que eu posso fazer por você pastor?”  Então eu respirei profundamente e me lancei no que tinha a dizer. Visto que havia obedecido, senti um alívio completo. Em pouco tempo, todos estavam louvando ao Senhor.

Naquela noite, o casal (o presbítero e sua esposa) foram no quarto do menino e lhe contaram o que eu lhes dissera. Ele tentou se levantar  mas não conseguiu, oraram mas nada acontecia... Finalmente, o pai disse a Deus: “Senhor, tu disseste ao nosso pastor nesta noite que nosso filho seria curado. Ele é um homem de Deus e nós acreditamos nele. Nós sabemos que o Senhor não mandaria  ele falar aquilo a menos que  tu fosses realizar um milagre”. O pai tomou seu filho pelo braço, tirando-o da cama, e disse:
Em nome de Jesus, levanta e anda!
Ele se levantou e começou a correr por toda a casa. A notícia do milagre se espalhou e muitas famílias foram salvas por esse testemunho.  (glória a Deeeuuuss!!!)

Deixe as suas palavras serem positivas e produtivas. Encha a sua mente com a Palavra de Deus e você ficará surpreso ao ver a Palavra de Deus saindo dos seus lábios naturalmente.

“Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face,  SENHOR, rocha minha e libertador meu!” Sl 19.14

Eu fico maravilhaada com essas coisas...XD
E vocês o que acham??
Depoiiis eu posto explicando pra vocês o que é a quarta dimensão... tenho certeeza que vão amar ^^

Comentem!
Ocorreu um erro neste gadget